Vivere l’amore-Vive el amor-Amor vivo-Live love.

“La verità, enunciata e suggerita una volta tanto, non incide e non rimane impressa, e pertanto non è verità, mentre la bugia e l’imbroglio, ripetuti regolarmente, diventano miracolosamente verità e dogmi”.
I talk show vanno avanti imperterriti con il loro susseguirsi di nani e ballerine, parlando ed elargendo idiozie, come se fosse ordinaria amministrazione.
Sono condotti da giornalisti, che non fanno i giornalisti ma gli addetti alle pubbliche relazioni del Potere malefico.
Sono tutti difensori dei diritti umani. Ma, siccome loro li violano tutte le sere, privando la gente di una informazione decente, ovviamente non amano i disturbatori della quiete del Potere.
A nessuno viene in mente che si sta consumando sotto i loro occhi uno dei più grandi insulti al giornalismo mai visti da quando il giornalismo esiste. Che stiamo guardano una minaccia contro tutti coloro che vorranno dire la verità.
E`, certo, i governi e i potenti hanno qualcosa da nascondere (che ci vuoi fare?), ma il vero compito dell’informazione, ineludibile, è quello di andare a scoprire i loro nascondigli e di rivelarli al pubblico, ai popoli. E che, se non lo fa, l’informazione, cessa di essere tale.
Sono talmente meschini e perversi da entrare così subdolamente nelle menti delle persone attraverso meccanismi mentali contorti che sono difficilissimi da comprendere.
IL FALSO AMORE CHE CI TIENE IN CATENE.
Siamo circondati da amore spacciato per “passionale” basato su dipendenza e continui squilibri…guardati intorno…tutti che cercano disperatamente questo tipo di amore quasi come fosse un’ossessione…canzoni “d’amore” che sventolano quanto sia sana la dipendenza…questi cantanti sono pagati (o ricattati) per proporre un determinato tipo di canzoni o magari anche loro ignari…in tv ci bombardano continuamente di questo falso amore con programmi creati ad hoc…non c’è niente di meglio che una bellissima illusione per raggiungere determinati obiettivi…tanta gente sostiene di “amare”, ma intanto il mondo va di merda…qualcosa non torna…non torna perché questo tipo di amore è basato sul proprio ego(ismo) e quindi ci distrugge lentamente…
Questo amore malato, quasi alla follia, che gradualmente distruggono la relazione e creano divisione (già, proprio quella famosa divisione utile ai “potenti” per mantenere lo status attuale) perché fondamentalmente siamo insicuri, siamo stati coltivati così, siamo costantemente castrati della nostra vera essenza dai criminali che stanno al “potere” perché un uomo che realizza il proprio sé è pericoloso per la società, un uomo che non dipende da nessuno è estremamente pericoloso per il mantenimento dello status di schiavitù attuale (o pensate veramente di vivere in una democrazia?)! Ci abituano ad esser schiavi in tutto e per tutto sin da piccoli ed il sistema in cui viviamo ce lo conferma ogni giorno (vi risparmio i dettagli), ci dice che è così che dobbiamo vivere, che è così che va il mondo, che dobbiamo essere così! Guai ad esser diverso, verresti denigrato ed escluso dalla società, considerato come un pazzo, in un mondo dove ormai la normalità è diventata follia e viceversa…è molto difficile rendersi conto di tutto ciò ed ancor più metterlo in pratica…Noi siamo nati per qualcosa di più alto, per qualcosa di più puro, la Verità Unica, quella del Cristo…questo deve essere un sentimento consapevole del proprio essere, che non deve dipendere da nessuno, se non dalla propria consapevolezza.
Quando amiamo veramente e sinceramente,questo diventa parte di noi stessi, ci lascia dei semi che cresceranno in noi
ed è nostro compito avere cura di essi.
Rinnegare o odiare distrugge noi stessi e il nostro stesso amore, quello insegnatoci dal Cristo, perché chi ama non deve mai smettere.
Può accadere che talvolta questo profondo sentimento cambi,
che si allenti per dare attenzione ad altro ma i semi non si distruggono.
Fai tesoro di queste parole. Che l’amore trionfi nel cielo dell’infinito.

In Christus vincit ✠
In Christus regnat ✠
In Christus imperat ✠
Braga Flavio- GMD- Cavaliere di Gesù
S.O.R.I-Svizzera.

“La verdad, declarada y sugerida por una vez, no afecta y no queda impresa, y por lo tanto no es verdad, mientras que la mentira y el engaño, repetidos regularmente, se convierten milagrosamente en verdades y dogmas”.
Los programas de entrevistas continúan sin desanimarse con su sucesión de enanos y bailarines, hablando y vertiendo idiotas, como si se tratara de una administración ordinaria.
Están dirigidos por periodistas, que no son periodistas sino oficiales de relaciones públicas del poder maligno.
Todos ellos son defensores de los derechos humanos. Pero como los violan todas las noches, privando a la gente de información decente, obviamente no les gustan los perturbadores de la tranquilidad del Poder.
A nadie se le ocurre que uno de los mayores insultos contra el periodismo visto desde que existe el periodismo está siendo consumido ante sus ojos. Que estamos ante una amenaza contra todos aquellos que quieren decir la verdad.
Es, por supuesto, que los gobiernos y los poderosos tienen algo que ocultar (¿qué pueden hacer?), Pero la verdadera tarea de la información, ineludible, es ir a descubrir sus escondites y revelarlos al público, a la gente. Y que, si no lo hace, la información deja de ser esa información.
Son tan mezquinos y perversos que entran tan sutilmente en las mentes de las personas a través de mecanismos mentales retorcidos que son muy difíciles de entender.
El amor falso que nos mantiene en las cadenas.
Estamos rodeados de amor pasado como “apasionado” basado en la adicción y los desequilibrios continuos … mira a tu alrededor … todos buscan desesperadamente este tipo de amor casi como una obsesión … canciones “de amor” agitando tanto como es adicción saludable … a estos cantantes se les paga (o se chantajean) para que propongan cierto tipo de canciones o tal vez ni siquiera lo saben … en la televisión estamos constantemente bombardeados con este falso amor con programas creados ad hoc … nada mejor que una hermosa ilusión para alcanzar ciertos objetivos … muchas personas dicen “amar”, pero mientras tanto el mundo se va a cagar … algo no vuelve … no vuelve porque este tipo de amor se basa en el egoísmo de uno Y por eso nos destruye lentamente …
Este amor enfermo, casi a la locura, que destruye gradualmente la relación y crea división (sí, solo la famosa división útil para los “poderosos” para mantener el estado actual) porque fundamentalmente somos inseguros, hemos sido cultivados de esta manera, somos castigados constantemente por nuestra verdadera La esencia de los criminales que están “en el poder” porque un hombre que se da cuenta de sí mismo es peligroso para la sociedad, un hombre que no depende de nadie es extremadamente peligroso para el mantenimiento del estado actual de esclavitud (¿o realmente cree que vive en una democracia?) ?)! Nos acostumbran a ser esclavos en todos los sentidos, desde una edad temprana y el sistema en el que vivimos lo confirma todos los días (les reservo los detalles), nos dice que así es como debemos vivir, que así es como va el mundo, que debemos ser asi ¡Ay de ser diferente, serías denigrado y excluido de la sociedad, considerado como un loco, en un mundo donde ya la normalidad se ha convertido en locura y viceversa … es muy difícil darse cuenta de todo esto y más aún ponerlo en práctica … Nosotros nacemos para algo más elevado, para algo más puro, la Verdad Única, la de Cristo … este debe ser un sentimiento consciente de nuestro ser, que no debe depender de nadie, si no de su conciencia.
Cuando amamos verdadera y sinceramente, esto se convierte en parte de nosotros mismos, dejándonos semillas que crecerán en nosotros.
Y es nuestro deber cuidarlos.
Negar o odiar nos destruye a nosotros mismos y a nuestro propio amor, el que nos enseñó Cristo, porque los que aman nunca deben detenerse.
Puede suceder que a veces este sentimiento profundo cambie,
que se afloja para prestar atención a otra cosa pero las semillas no se destruyen.
Atesora estas palabras. Que el amor triunfe en el cielo del infinito.

En Christus Vincit ✠
En Christus regnat ✠
En Christus imperat
Braga Flavio- GMD- Caballero de Jesús
S.O.R.I-Suiza.

“A verdade, declarada e sugerida pela primeira vez, não afeta e não permanece impressa, e portanto não é verdade, enquanto a mentira e a trapaça, repetidas regularmente, milagrosamente se tornam verdades e dogmas”.
Os talk shows continuam sem se deter com a sucessão de anões e dançarinos, conversando e despejando idiotices, como se fosse uma administração comum.
Eles são liderados por jornalistas, que não são jornalistas, mas oficiais de relações públicas do poder do mal.
Eles são todos defensores dos direitos humanos. Mas, como eles as violam todas as noites, privando as pessoas de informações decentes, elas obviamente não gostam dos perturbadores do silêncio do Poder.
Não ocorre a ninguém que um dos maiores insultos contra o jornalismo já visto desde que o jornalismo existe está sendo consumido diante de seus olhos. Que estamos olhando para uma ameaça contra todos aqueles que querem dizer a verdade.
É claro que os governos e os poderosos têm algo a esconder (o que você pode fazer?), Mas a tarefa real da informação, inevitável, é ir e descobrir seus esconderijos e revelá-los ao público, ao povo. E que, se isso não acontecer, a informação deixa de ser essa informação.
Eles são tão mesquinhos e perversos que entram sutilmente nas mentes das pessoas através de mecanismos mentais distorcidos que são muito difíceis de entender.
O amor falso que nos mantém nas correntes.
Estamos cercados de amor passados ​​como “apaixonados” baseados no vício e desequilíbrios contínuos … olhe ao redor … todo mundo procurando desesperadamente por esse tipo de amor quase como uma obsessão … canções “de amor” acenando tanto quanto é vício saudável … esses cantores são pagos (ou chantageados) para propor um certo tipo de músicas ou talvez até eles não percebam … na TV somos constantemente bombardeados com esse falso amor com programas criados ad hoc … não há nada melhor do que uma bela ilusão para alcançar certos objetivos … tantas pessoas dizem “amar”, mas enquanto isso o mundo vai cagar … algo não volta … não volta porque esse tipo de amor é baseado no egoísmo e, portanto, nos destrói lentamente …
Esse amor doentio, quase à loucura, que gradualmente destrói o relacionamento e cria divisão (sim, apenas aquela famosa divisão útil ao “poderoso” para manter o status atual) porque fundamentalmente somos inseguros, temos sido cultivados assim, somos constantemente castrados por nossos verdadeiros essência dos criminosos que estão “no poder” porque um homem que se percebe é perigoso para a sociedade, um homem que não depende de ninguém é extremamente perigoso para a manutenção do atual status de escravidão (ou você realmente acha que vive em uma democracia? ?)! Eles nos habituam a ser escravos em todos os aspectos desde tenra idade e o sistema em que vivemos confirma todos os dias (poupo-lhe os detalhes), diz-nos que é assim que devemos viver, que é assim que o mundo vai, que devemos seja assim! Ai de ser diferente, você seria denegrido e excluído da sociedade, considerado como um louco, em um mundo onde a normalidade já se tornou loucura e vice-versa … é muito difícil perceber tudo isso e ainda mais para colocá-lo em prática … nós nascemos para algo mais elevado, para algo mais puro, a Verdade Una, a de Cristo … isso deve ser um sentimento consciente do nosso ser, que não deve depender de ninguém, se não da nossa consciência.
Quando verdadeiramente e sinceramente amamos, isso se torna parte de nós mesmos, deixando-nos sementes que crescerão em nós
e é nosso dever cuidar deles.
Negar ou odiar destrói a nós mesmos e a nosso próprio amor, aquele que nos é ensinado por Cristo, porque aqueles que amam nunca devem parar.
Pode acontecer que às vezes esse sentimento profundo mude,
que relaxa para dar atenção a outra coisa, mas as sementes não são destruídas.
Guarde estas palavras. Pode o amor triunfar no céu do infinito.

Em Christus vincit ✠
Em Christus regnat ✠
Em Christus Imperat ✠
Braga Flavio- GMD- Cavaleiro de Jesus
S.O.R.I-Suíça.

“The truth, stated and suggested for once, does not affect and does not remain imprinted, and therefore it is not truth, while the lie and cheating, repeated regularly, miraculously become truths and dogmas”.
The talk shows go on undeterred with their succession of dwarfs and dancers, talking and pouring idiocies, as if it were ordinary administration.
They are led by journalists, who are not journalists but public relations officers of the evil power.
They are all human rights defenders. But, since they violate them every night, depriving people of decent information, they obviously do not like the disturbers of the quiet of Power.
It does not occur to anyone that one of the greatest insults against journalism ever seen since journalism exists is being consumed before their eyes. That we are looking at a threat against all those who want to tell the truth.
It is, of course, governments and the powerful have something to hide (what can you do?), But the real task of information, inescapable, is to go and discover their hiding places and reveal them to the public, to the people. And that, if it does not, the information ceases to be that information.
They are so petty and perverse that they so subtly enter people’s minds through twisted mental mechanisms that are very difficult to understand.
THE FALSE LOVE THAT KEEPS US IN CHAINS.
We are surrounded by love passed off as “passionate” based on addiction and continuous imbalances … look around … everyone desperately looking for this kind of love almost like an obsession … songs “of love” waving as much as it is healthy addiction … these singers are paid (or blackmailed) to propose a certain type of songs or maybe even they unaware … on TV we are constantly bombarded with this false love with programs created ad hoc … there is no nothing better than a beautiful illusion to reach certain goals … so many people claim to “love”, but meanwhile the world is going to shit … something doesn’t come back … it doesn’t come back because this kind of love is based on one’s selfishness and therefore it destroys us slowly …
This sick love, almost to madness, that gradually destroys the relationship and creates division (yes, just that famous division useful to the “powerful” to maintain the current status) because fundamentally we are insecure, we have been cultivated like this, we are constantly castrated by our true essence from the criminals who are “in power” because a man who realizes his own self is dangerous to society, a man who does not depend on anyone is extremely dangerous for the maintenance of the current slavery status (or do you really think you live in a democracy ?)! They accustom us to be slaves in every way from an early age and the system in which we live confirms it every day (I spare you the details), tells us that this is how we must live, that this is how the world goes, that we must to be so! Woe to be different, you would be denigrated and excluded from society, considered like a madman, in a world where by now normality has become madness and vice versa … it is very difficult to realize all this and even more to put it into practice … We we are born for something higher, for something purer, the One Truth, that of Christ … this must be a conscious feeling of one’s being, which must not depend on anyone, if not on one’s awareness.
When we truly and sincerely love, this becomes part of ourselves, leaving us seeds that will grow in us
and it is our duty to take care of them.
To deny or hate destroys ourselves and our own love, the one taught to us by Christ, because those who love must never stop.
It may happen that sometimes this deep feeling changes,
that slackens to give attention to something else but the seeds are not destroyed.
Treasure these words. May love triumph in the sky of infinity.

In Christus vincit ✠
In Christus regnat ✠
In Christus imperat ✠
Braga Flavio- GMD- Knight of Jesus
S.O.R.I-Switzerland.

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...